A mina perdida de Phandalin.

O fim dos Marcarrubras.

A fuga de Cajado de Vidro.

Após descobrirem que de fato essa mansão era o esconderijo dos Marcarrubra, os viajantes passaram a noite inteira vasculhando o local, combatendo primeiramente com um monstro de um grande olho, que tentou entrar na mente dos viajantes, quando então Hoogar deu conta de impedir à base de muitos socos e pontapés. Encontram Bugbears, além dos próprios Marcarrubra e também os derrotaram com a ativa participação de Thoradin e seu martelo, mas também de Immortale, que criou uma verdadeira afixação por encontrar portas de madeira. Encontraram também esqueletos que voltaram a vida, sendo os restos mortais dos antigos moradores da mansão, a família Tresendar.
Ao fim da batalha, encontram o laboratório e os aposentos de um estudioso, provavelmente da escola arcana com pertences. Com seus pertences, havia uma carta com os seguintes dizeres: “Meus espiões em Neverwinter me disseram que estranhos estarão chegando em Phandalin. Eles podem estar trabalhando para os anões. Capture-os de puder, mate-os se precisar, mas não permita que eles atrapalhem nossos planos. Certifique-se de que se algum mapa anão estiver na posse deles, que este seja entregue a mim com rapidez. Eu conto com você Iarno, não me desaponte.” Ao final, um desenho de uma aranha pintado de preto.
Após localizar a esposa e as filhas de Thel Dendar, os viajantes deixam a mansão e retornam para o centro de Phandalin.

Comments

Gerson_dos_Anjos

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.